Consultar o histórico do carro é importante: como acessar essas informações?

Consultar o histórico do carro é importante: como acessar essas informações?

Quarta-Feira, 27 de Abril de 2022
  • Ilustração de ícone share
  • Ilustração de íconewhatsapp
  • Ilustração de íconelinkedin
  • Ilustração de íconefacebook

Muitas pessoas já passaram por algum momento de estresse relacionado à compra de um veículo. Isso porque, após a aquisição, descobriram que o auto vendido como a "oitava maravilha do mundo" estava, na verdade, mais para um "elefante branco". Você já passou por isso? Se sim, saiba que consultar o histórico do carro antes da compra é uma das providências essenciais para se proteger desse tipo de situação. Na hora de comprar ou trocar o veículo, é normal que surjam muitas inseguranças. As dúvidas mais comuns são quanto ao modelo e quilometragem ideal, ano de fabricação e também sobre o valor real do bem e os documentos necessários para sua aquisição.

Contudo, averiguar alguns dados mais práticos e técnicos, vinculados ao histórico do automóvel, é importante para evitar surpresas futuras. Confira, neste artigo, como consultar essas informações!

O que é o histórico do carro?

O histórico do carro funciona como um arquivo no qual são gravadas todas as informações referentes à vida pregressa do veículo até o momento atual. Assim, é possível saber tudo o que aconteceu com o auto a partir do momento que saiu da fábrica.

Podem ser analisadas desde restrições vinculadas ao seu chassi — número de identificação do bem — até registro de roubo ou furto, mediante consulta desses dados registrados.

Quando é importante consultar?

Sempre é bom observar algumas questões na hora de adquirir um veículo, seja ele um carro seminovo, usado ou mesmo um zero-quilômetro. A primeira delas diz respeito à procedência da concessionária, ou seja, se é idônea, se há reclamações sobre ela em redes sociais e em outros meios de comunicação e se as pessoas costumam tomá-la como referência nesse tipo de negociação. Assim, a busca por um automóvel de qualidade já começa com o "pé direito".

No caso da compra de carros seminovos ou usados — principalmente se for uma pessoa física, e não uma loja que estiver anunciando —, a consulta do histórico do bem é indispensável. Isso porque o auto já está em circulação há algum tempo, e é essencial saber tudo o que aconteceu com ele nesse período.

Dessa forma, é possível evitar a decepção com uma transação comercial que não deu certo. Além do mais, conhecer as condições reais do carro contribui para que, na hora de negociar, um valor de venda justo possa ser combinado entre as partes.

Como acessar as informações?

Talvez, agora você esteja se perguntando como é possível consultar o histórico de um carro, não é mesmo? Por isso, vamos mostrar as possibilidades para fazer isso.

Senatran ou Detran de cada estado

O primeiro lugar que pode fornecer informações valiosas sobre o passado do veículo é a Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito, antigo Denatran) ou o Detran (Departamento de Trânsito) de cada estado. Nesses órgãos do governo, as consultas são gratuitas (na Senatran existe um limite de acesso) e é possível encontrar dados vinculados ao chassi do auto, como os elencados abaixo:

  • roubo e/ou furto — o primeiro aponta se o bem foi subtraído mediante situação de ameaça grave, e o segundo, se o carro foi levado sem haver circunstância ameaçadora ou violenta;
  • Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores — indica se o IPVA vigente está pago;
  • multas — todos os débitos por infrações rodoviárias ficam disponíveis na consulta;
  • licenciamento — também consta se o auto está liberado para circular;
  • restrições administrativas, financeiras, tributárias, judiciárias e outras — tudo o que impede que o veículo esteja em situação regular aparece nesse histórico;
  • alienação fiduciária — é o registro que aponta que o bem está financiado.

Para realizar a consulta que indica roubo ou furto, é necessário estar de posse da placa do veículo, e, para os demais registros, será solicitado o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), que é o que identifica o automóvel nas bases dos órgãos de trânsito.

Polícia Rodoviária Federal

Os órgãos que citamos fazem um compilado de todas as informações importantes sobre o histórico do carro, porém, há quem goste de analisar detalhadamente todos os registros disponíveis para consulta diretamente na fonte dos dados.

Se você é uma dessas pessoas, pode fazer uma visita ao site da Polícia Rodoviária Federal para acessar os registros relacionados a multas e ocorrências de acidentes com o veículo em questão.

Empresas especializadas na consulta veicular

Nesse caso, a consulta oferecida é paga. A vantagem, no entanto, é que essas empresas são especialistas em levantar todo o histórico do carro, desde as informações mais comuns e que estão gratuitamente disponíveis até aquelas mais complexas e que demandam conhecimento de quem investiga para serem encontradas. Veja alguns exemplos do que pode ser detalhado no serviço:

  • se a quilometragem indicada no painel do auto está correta e não foi adulterada;
  • se existe duplicidade de motores;
  • se houve sinistro — registro de ocorrência adversa com o auto, de natureza involuntária, imprevista ou súbita — de perda total;
  • se o veículo esteve presente em leilões automotivos — eventos onde automóveis são oferecidos por um valor de venda baixo, por conta de alguma condição que o desvaloriza.

Empresas de vistoria cautelar

Assim como na opção acima, essas prestadoras de serviço trabalham diretamente com a análise profunda e completa das condições do veículo.

No entanto, aqui, é preciso levar o auto até o local da vistoria para que os profissionais técnicos avaliem itens como: autenticidade da numeração do chassi, estado do freio, vidros, alinhamento, amortecedores, pintura, motor — incluindo sua numeração — e outros aspectos.

Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV)

Apesar de a maioria das informações que estão no documento obrigatório para circulação constarem no Senatran ou no Detran, é possível fazer uma consulta rápida ao observar o CRLV. Um exemplo disso é identificar se o veículo está alienado a algum banco. Consta no campo de observações do próprio certificado a inscrição que diz que o veículo está financiado.

Essa informação é importante pois, após pagar todas as parcelas do carro, é preciso solicitar ao banco que dê baixa no Gravame — que é o que indica a condição de alienação fiduciária para os órgãos de trânsito.

Cotação de seguro

Algumas pessoas não sabem, mas é possível solicitar uma cotação do seguro antes de finalizar a compra. Essa análise permite que a corretora já indique algumas informações relevantes sobre a procedência do carro. Por exemplo, em caso de veículos com passagem em leilão de seguradoras, é habitual que, na cotação, a possibilidade de cobertura do bem seja restrita ou, a depender da situação, indeferida.

Com essa averiguação, o comprador pode atentar para eventuais condições do veículo que não foram citadas pelos concessionários ou particulares e decidir se ainda quer adquirir o auto.

Vistoria mecânica

Mesmo com toda tecnologia a favor das consultas sobre a vida do carro, ainda é prudente contar com a avaliação técnica de um mecânico. O profissional consegue identificar, por exemplo, se o veículo já foi batido, se passou por alagamento, se o motor possui peças originais e se as revisões estão em dia.

Quais os riscos de não consultar o histórico do carro?

Sem consultar o histórico do carro, os compradores ficam vulneráveis a vários riscos e não têm o benefício de poder decidir se vale a pena ou não adquirir aquele bem. É possível encontrar situações como:

  • carros com defeitos mecânicos — batidos ou com motor danificado;
  • veículos com passagem por leilão — de seguradora, de financeiras ou de outros tipos;
  • bens automotivos ilegais — roubados e/ou furtados, com chassi ou quilometragem adulterados;
  • automóveis com restrições — multas, falta de baixa no Gravame, impostos veiculares atrasados.

Viu como consultar o histórico do carro é imprescindível? Na compra ou substituição de um veículo seminovo ou usado, o fator financeiro conta muito, é claro! No entanto, os gastos podem ser muito maiores ao pular essas etapas de averiguação.

Uma boa opção para não correr riscos é optar por um carro zero-quilômetro. Nesse caso, comprar por meio do consórcio pode ser uma ótima solução para quem não quer gastar muito, pois as parcelas pagas não possuem juros.

Se quiser saber mais sobre o assunto, confira os detalhes em nosso post sobre como funciona o consórcio!

Nos escreva um comentário com sua opinião sobre o post ou com alguma dúvida, caso tenha ;)

Comentários Seta apontando para baixo

Artigos relacionados

Guia completo sobre esses "queridinhos" de 4 rodas
Automóveis

05 de agosto de 2022

Guia completo sobre esses "queridinhos" de 4 rodas

O setor automobilístico certamente apresentará avanços surpreendentes nesta nova década, p...

Leia mais
Postos de combustível: entenda como as mudanças nos preços afetam seu bolso
Automóveis

03 de agosto de 2022

Postos de combustível: entenda como as mudanças nos preços afetam seu bolso

Um dos assuntos mais discutidos atualmente é o aumento da gasolina no posto de combustível...

Leia mais
Como comprar carros para pcd? veja quem tem direito
Automóveis

28 de julho de 2022

Como comprar carros para pcd? veja quem tem direito

Possuir um carro é de extrema importância nos dias de hoje. No caso de pessoas com deficiê...

Leia mais
Entenda como funciona vistoria veicular para transferência
Automóveis

14 de julho de 2022

Entenda como funciona vistoria veicular para transferência

Quando chega a hora de fazer a vistoria para transferência veicular, dá até um frio na bar...

Leia mais
Quais são os impostos que incidem na compra de veículos?
Automóveis

13 de julho de 2022

Quais são os impostos que incidem na compra de veículos?

Depois de muito buscar, conhecer os diversos modelos e pesquisar as melhores opções de pag...

Leia mais
Test drive: a importância dele para você e a sociedade
Automóveis

11 de julho de 2022

Test drive: a importância dele para você e a sociedade

O test drive é um momento fundamental na hora de escolher o veículo perfeito para você. Af...

Leia mais
Carro por assinatura vale a pena? Veja como funciona
Automóveis

05 de julho de 2022

Carro por assinatura vale a pena? Veja como funciona

Um indício de que o carro por assinatura vale a pena é a tendência dessa modalidade. Segun...

Leia mais
3 melhores motos de 2022
Automóveis

04 de julho de 2022

3 melhores motos de 2022

As motocicletas sempre são retratadas como sinônimo de liberdade, e isso vale tanto para o...

Leia mais